Organização das informações em blogs – 2

No post organização da informação em blogs , listamos e descrevemos os principais tipos de sistemas de organização utilizados em blogs. Agora o objetivo é fazer uma reflexão sobre a organização de informações em blogs.

A organização de conteúdos em blogs não é feita naturalmente. O objetivo do blog é comunicar e seu principal atrativo é a qualidade de suas informações. Mas então, por que organizar?

  • Um blog organizado potencializa a divulgação de suas informações, pois se tornam mais facilmente encontráveis. (Alguém se lembra de “livros são para serem usados”? 😉 )
  • É uma forma de demonstrar que os leitores são pessoas importantes para o blog, e por isso há um trabalho em facilitar a vida deles. (“Poupe o tempo do leitor” 😉 )
  • O blog está em constante crescimento ( 😉 )
  • Parando de brincar com o Ranganathan , mas levando em consideração o que ele disse , podemos perceber que princípios do que ele disse não somem, mas as técnicas para isso sim. Como já dissemos, seria um erro muito grande aplicar as técnicas da biblioteconomia em blogs, mas os princípios da biblioteconomia podem ser bem úteis.

    Um bom método para o criar de um blog organizado é descrever características do publico alvo e criar um sujeito fictício com essas características, e fazer um pequeno teste de como o seu blog deveria funcionar para ele:

    O leitor que visita pela primeira vez o blog: Leitores só visitam blogs por indicação ou porque chegaram através de ferramentas de busca. Se ele chegou por indicação (posts ou links em outros blogs), ele está disposto a conhecer o que o blog tem a oferecer a ele. Além de posts interessantes, uma descrição (sobre) pode ser útil para ele identificar sobre o que fala o blog e para que tipo de pessoas ele foi criado (publico alvo, se houver), uma listagem dos últimos posts pode ser útil para ele saber “o que tá rolando…”, as categorias e a nuvem de tags podem ser úteis para demonstrar o conteúdo total do blog de forma condensada, e listagens de posts mais lidos ou mais comentados demonstra o Zeitgeist do blog. Para o leitor que chegou pela busca, as informações listadas acima servem para chamar a atenção para os outros conteúdos do blog (lembrem se, ele está visualizando somente um post). E além disso, é possível incluir ferramentas que possibilitam demonstrar posts relacionados ao tema que ele busca e também possibilitar ao leitor usar a sua tag como um ponto de acesso para outras tags idênticas através de serviços como o technorati.

    O leitor que visita constantemente: Leitor que visita constantemente tem o seu link direto. O interessante para ele é saber as novidades, o que ele perdeu desde a última visita. É isso que devemos oferecer, e algumas ferramentas interessantes é a listagem dos últimos posts e comentários. Além disso, para ele é interessante a caixa de busca dentro do site e as categorias e tags, pois as vezes ele está interessado em algo que ele leu aqui e não se lembra bem como era. E ter a preocupação de verificar o funcionamento da ferramenta de RSS e se possível oferecer a possibilidade dele receber os posts por e-mail (há sites que oferecem esse serviço como o FeedBurner e o FeedBlitz )

    O leitor blogueiro: Esse deve ser o leitor mais bajulado 😉 . Mas como facilitar a vida dele? Além das ferramentas anteriores, uma que ajuda bastante é a descrição de metadados do blog. Ela não auxilia muito para melhorar os resultados de busca, mas ajuda bastante pois essas informações são incluídas no RSS, que então o blogueiro importará esses dados de maneira mais simples. Além disso, ela ajuda na uniformização da descrição do seu blog publicados em outros blogs. Outra ferramenta é disponibilizar permalinks (links permanentes), a maioria dos softwares atuais permite isso, mas isso vale uma avaliação caso o seu software não permita. Além disso, não custa nada postar o link de outros blogs no seu (é claro que deve ser feita uma seleção em relação à qualidade)

    Além dos usuários, uma informação que ficou jogada lá em cima deve ser levada em consideração: O blog está em constante crescimento. Portanto, é fundamental prever o comportamento do blog em caso de muitos posts e também tomar cuidados em relação a organização em cada post, para que não se tenha que revisar a organização no futuro.

    Há a possibilidade também de utilizar técnicas complexas da biblioteconomia para auxiliar na organização dos blogs como a Classificações Decimais ou os Tesauros. É claro que podem ser úteis, mas só bibliotecários se disporiam a fazer isso e mais importante, é necessário avaliar se vale a pena a relação custo / benefício desse tipo de organização.

    Acho que essa é uma pequena tentativa de demonstrar como o conhecimento da biblioteconomia pode ajudar na organização de sistemas de comunicação.

    Leia também, um ótimo artigo sobre erros de usabilidade que devem ser evitados: Errores de usabilidad em Blogs

    E uma outra dica presente no Veaseademás:

    La web es un espacio social antes que tecnológico.

    Deixe uma resposta