Sobre o futuro…

Desculpem a visão quase egocêntrica deste post, mas estou em crise depois que a graduação acabou e agora falta um objetivo futuro. Então, a idéia agora é planejar o que fazer no futuro, para que pelo menos possa criar caminhos que me levem ao um bom nível de desenvolvimento profissional. É claro que para isso é necessário que apareçam oportunidades, mas é sempre bom estar preparado para quando elas aparecerem. Por isso, eu ando avaliando uma série de possibilidades como:

Pós-graduação ou educação continuada:

Pós-graduação é meio que um caminho natural na área. Todo mundo pensa ao menos em fazer uma pós, pois para quem está trabalhando, é um diferencial (uma espécie de MBA) e para quem quer seguir carreira acadêmica, é pré-requisito. Como já perdi a prova deste ano (perdi mesmo.. me inscrevi e perdi a data), uma boa alternativa seria uma pós em outra área. Mas como não achei alguma ainda que me encaixo, uma segunda graduação não está descartada. Eu descobri que a UFSCar e a UNESP irão oferecer graduação a distancia no próximo ano.
Também tem a possibilidade de fazer cursos de curta duração para aperfeiçoamento, mas depende de custo (normalmente bons cursos são caros).

Trabalhar em bibliotecas digitais:

A opção que eu mais gostaria, mas infelizmente não existe mercado de trabalho específico para isso. Ainda…

Prestar um concurso:

É sempre uma boa opção prestar um concurso na área, e ainda mais porque após as eleições os concursos voltam a aparecer.. mas entre os contras tem coisas como estudar AACR, CDD e CDU (decorar, por que fosse só usar a coisa seria diferente), além das condições de trabalho nem sempre serem as mais encorajadoras (falta disso e falta daquilo…) tá certo que é exigir demais ter uma biblioteca com todas as condições, mas algumas são mínimas… porém não é uma hipótese descartada…

Empreendedorismo:

Ando pensando com bastante atenção em criar um negócio. Seria muito interessante pois seria assumir uma responsabilidade de aplicar todo o conhecimento adquirido durante a vida e a faculdade. Na área, essa hipótese não é comum (tirando poucos corajosos, não é Claudia?), mas é bem atraente. Particularmente não gostaria criar uma consultoria, mas também ainda não encontrei uma boa área para entrar e por isso fico só pirando no momento.

Sei lá, o que vocês tem em mente em fazer depois da faculdade?

Deixe uma resposta