Ubuntu na biblioteca

Jessamyn, do librarian.net, filmou a experiência de instalar Ubuntu em computadores que foram doados à biblioteca sem sistema operacional. Cairia muito bem no Brasil.

3 pensamentos em “Ubuntu na biblioteca”

  1. Esse tempo seria necessário só para o windows começar a copiar os arquivos para o computador.. hehehe..

    Mas confesso que como usuário, ainda tenho problemas com o Ubuntu… mas no que se refere a algo funcional, vale a pena com certeza…

  2. A Associação Catarinense de Bibliotecários tem, há mais ou menos um ano, CDs do Ubuntu para distribuir para os interessados. Quando chegarem meus CDs do Ubuntu Feisty (versão atual), deixo mais alguns lá.

    Não vi ainda o vídeo aqui deste post, nem li ali como ele fez, mas já faz tempo que estudos mostram como pode-se ganhar bem mais eficiência com Linux: http://biblio.crube.net/?p=135

    Fora que, na maioria dos casos, usar terminais leves em maquinas bastante antigas conectados em um servidor mais robusto costuma reduzir ainda mais os custos. Interessados, pesquisem por LTSP (Linux Terminal Server Project).

    Eu praticamente só uso Ubuntu em casa, no trabalho e na Universidade e não costumo sentir saudades do Windows. 🙂 Tirando para jogos, que na maioria só funcionam no Windows ainda.

Deixe uma resposta