Um pouquinho de catalogação

Estou lendo atualmente o livro: Documentação jurídica: introdução à análise e indexação de atos legais de Cecília Andreotti Atienza, escrito em 1979.

Estou pasmo de ver que as mesmas técnicas criadas para a indexação usadas em 1979, no início da computação (usava-se fichas perfuradas), estão sendo usadas ainda: DA MESMA MANEIRA!!!

Isso nos mostra o quanto ainda temos que evoluir.. no post abaixo, tem uma versão interessante de catálogo, mas ainda está voltada mais para a experiência em usabilidade do que propriamente uma mudança na concepção de catálogo ainda vigente…

Ah, mudando de assunto: comecei timidamente uma tag Bibliografia para concursos no Infocultura – Comunicação Científica com dicas que encontrei pela net. Sintam se a vontade para contribuir…

3 pensamentos em “Um pouquinho de catalogação”

  1. Esse é um problema constantemente observado.
    Quando se diz informatizar logo se pensa em colocar computadores; nunca em revisar, rever, adequar os processos e procedimentos às novas tecnologias.
    Aí quando o resultado não é o esperado, a culpa é de quem? Do programa que não presta.
    Precisamos ficar atentos a isso.

  2. Gosto da catalogação mas é evidente em sala de aula a falta de interesse pela área, a maioria não quer pensar, ou repensar no “fazer” da catalogação, sentam em cima de uma base de dados pronta e reclamam quando não dá certo, mas se forem perguntadas como fazer para resolver, elas simplesmente não sabem.

Deixe uma resposta