10 pensamentos em “Biblioteca sem Dewey…”

  1. Bravo! É o que estava faltando para fazer na minha. Agora que não aplico nada do que aprendi no curso de graduação em biblioteconomia, já posso pedir o cancelamento do CRB. 😉

  2. Bom, publiquei minha opinião a respeito no Biblioteconomia de Babel.
    Tenho de discordar do Fabiano dessa vez… Sou muito conservadora pra me animar a abolir um sistema que, apesar de antigo, funciona muito bem.

  3. Venho questionando a certo tempo as questões de CDD, CDU, outras tabelas e metodologias.
    Com todo o aparato tecnológico, ou não, que existe atualmente com o intuito de recuperar a informação, qual a real necessidade desses métodos?

  4. Concordo com o Roberto.. E vou além, dependendo da biblioteca, não há o menor interesse em promover a recuperação da informação e sim tentar fazer com que o acervo sirva aos usuários e com isso eles o usem o máximo possivel.. e por isso o porque usar um sistema que mais atrapalha do que ajuda… Mas só neste caso.. em bibliotecas especializadas, esses sistemas são indispensáveis..

  5. Boa Tarde, gostaria de outras opniões.

    Todos que atuam na área, pagam o CRB, gostaria de saber porque somos obrigados a pagra o CRB, se eles não fazem NADA PELA CLASSE (ops, desculpa, eles fazem sim, cobram, cobram, cobram …), um valor exorbitante para não fazerem NADA, vemos inúmeras Faculdades sem Bibliotecário(s) (ahh sim, as vezes encontramos aqueles bibliotecários de finais de semana, devido MC Dia Infeliz, isso quando se dão ao trabalho).

    E o sálario, ohhhhh!!! Não vejo o CRB “lutando” pelo salário dos bibliotecários,(falando em salário: já vi concurso públicos que oferece um salário miseravel ao bibliotecário (eu já vi em uns 6 editais) cursos de nivel técnicos pagando mais do que para bibliotecários), não vejo o CRB, fazendo visitas as faculdades, e nunca vi nem ouvi o CRB questionar “as vizitas do MEC” como outro profissional pode julgar a biblioteca apta ou não a atender o aluno, se ele não tem conhecimentos especificos? (Eu não sou formada em medicina logo não saio por ai questionando o parecer de nenhum medico, e portanto não quero outras pessoa que não tenha a mesma formação que a minha opinando, cada profissional na sua área).

    Outra pergunta que não quer calar, para que tanto CRB´s, não temos tantos bibliotecarios assim, não se formam tantos bibliotecarios por ano. Um exemplo é a UEL só forma 50 por ano (ou era pra formar). O CRB deveria rever algumas coisas, como piso salarial, valor da anuidade, números de CRB´s espalhados pelo Brasil, entre ene outras coisas.

    Adoro a minha profissão, mas deixo aqui a minha indignação. Gostaria de ler outras opniões a respeito dos CRB´s, piso salarial, etc.

    Obrigada
    Andréia

  6. Oi Tiago, eu não sei se a solução é simplesmente abolir o Dewey – ou se seria o caso de conciliar o dewey com outras formas mais humanas (mais amigas) de organizar a informação. Mas adorei o artigo e a iniciativa. Uma coisa me espantou bastante: eu estava achando a iniciativa o máximo e quando comecei a ler os comentários no artigo original, fiquei meio passada com o repúdio de 98% das pessoas sobre a iniciativa. Parecia a maior heresia o que a biblioteca estava fazendo! Que meda 😛

  7. Verdade Luciana, é uma heresia e das graves no contexto bibliotecário. Mas levando em consideração que o contexto em que foram criadas era de extrema mecanização e certeza e com isso o sistema foi criado para ser exato e não eficiente. Por isso os usuários não conseguem usar sem um minimo de tempo perdido aprendendo qual é a lógica que está no sistema. O problema é que os alunos de biblio e mesmo muitos bibliotecários levam esse sistema como dogma, algo que não pode ser mudado nunca. Parece quando fui levar o meu filho no pediatra e o cara examinou o ele de acordo com as normas da associação americana de pediatras e não como uma criança (e ainda me falava isso com orgulho…).

    As Bibliotecas fazem isso tb, inconsciente.. por isso acredito que se dependendo do contexto, não é necessario nem citar a CDD.. pode ser um sistema arbitrario, se for mais fácil para quem usar…

  8. Ola!Estou querendo fazer faculdade de biblioteconomia e gostaria de mais informaçao sobre o curso e mercado de trabalho.Obrigada.

Deixe uma resposta