Livro livre!

Olhem que iniciativa interessante da CPTM, companhia de trens paulistanos:

LIVRO LIVRE: PELO SEGUNDO ANO CPTM REALIZA AÇÃO EM ESTAÇÕES
Preocupada em estimular o hábito da leitura entre seus funcionários e também usuários do serviço de transporte metroferroviário, a CPTM adere pelo segundo ano consecutivo ao movimento Livro Livre. O movimento incentiva leitores a deixarem livros em qualquer local público para que outras pessoas tenham acesso e possam compartilhar deles, tornando a cidade uma grande biblioteca a céu aberto. A idéia é que, após encontrar o livro e desfrutar da leitura, o dono opte por liberá-lo novamente em um local público para que outro cidadão possa lê-lo também.

Neste ano, nos dias 29 e 30 de outubro, haverá a distribuição de 1.750 livros, doados pelas bibliotecas municipais Prefeito Prestes Maia e Monteiro Lobato, em 15 estações das seis linhas da CPTM, para serem encontrados pelos usuários. Além disso, 750 livros serão distribuídos aos empregados diretos e terceirizados das estações contempladas [veja a relação abaixo], para que se inicie um movimento de leitura internamente. A partir dessa primeira distribuição, os livros poderão circular entre os empregados das 83 estações do sistema.

Em 2006, o Livro Livre na CPTM abrangeu tanto a área administrativa da companhia quanto o interior de estações e trens. Além disso, entre março e abril, a empresa promoveu uma campanha para doação de livros para a Biblioteca CPTM – Mário Covas, mantida em sua base de Presidente Altino. A iniciativa foi um sucesso e 12 mil novos livros foram doados à biblioteca, vindos de empregados e também do público em geral.

Quem desejar contribuir com a iniciativa ainda poderá doar livros à “Biblioteca CPTM – Mário Covas”, localizada em Presidente Altino, região de Osasco. Para quem fizer esta opção, basta entrar em contato pelos telefones [11] 3689-9107 / 9153 ou por meio do endereço eletrônico biblioteca@cptm.sp.gov.br. O interessado pode agendar a retirada do material em domicílio, dependendo da quantidade, ou entregar os volumes nas chefias das estações da companhia. São aceitos todos os tipos de livros, desde que estejam em bom estado de conservação.

Estações onde eventos serão realizados:

Linha A – Lapa 70 livros / Francisco Morato 70 livros

Linha B – Osasco *100 livros / Barra Funda *200 livros

Linha Esmeralda – Hebraica – Rebouças 50 livros / Santo Amaro *100 livros / Autódromo 50 livros

Linha D – Luz *200 livros/ Santo André 100 livros

Linha E – Guaianazes 70 livros / Mogi 50 livros

Linha F – Brás *200 livros/ Tatuapé 50 livros/ São Miguel 70 livros/ Itaim70 livros

2 pensamentos em “Livro livre!”

  1. É preciso que haja mais icêntivo,para doadores de livros.
    Por não ter locais sem burocracias muitos não doam.

  2. OLA, GOSTARIA DE SABER COMO ESTA ESSE PROJETO, NORMALMENTE DENTRO DESSE CONCEITO DE LIVRO LIVRE ELE VAI PARA OUTROS ESPAÇOS. COMO FICA, UTILIZANDO UMA TERMO BEM CAPITALISTA, O “CAPITAL DE GIRO” DA BIBLIOTECA MARIO COVAS SE NAO HOUVER UMA CONSTANTE RETROALIMENTAÇAO DAS DOAÇOES? SABEMOS QUE ESSE ACERVO DOADO DE UMA INSTITUIÇAO PUBLICA CERTAMENTE NAO TERA UMA CONSTANCIA, PELO MENOS NESSE NIVEL DE 1700 LIVROS E A COMUNIDADE POR MAIS CONSCIENTE E ENVOLVIDA QUE ESTEJA, NAO IRA (TOMARA QUE SIM)REPOR ESSE ACERVO PARA QUE NAO QUEBRE OU DESFALQUE A CORRENTE. PERGUNTO PORQUE TENHO CURIOSIDADE EM INICIAR UM PROJETO DESSA NATUREZA EM MINHA CIDADE. PORTANTO, GOSTARIA DE SABER QUAL A REPERCUSAO DESSE PROJETO, QUAIS AS DIFICULDADES, QUAIS OS ERROS COMETIDOS NA SUA OPERACIONALIZAÇAO QUE PODERIAMOS EVITAR PARA ALCANÇARMOS MELHORES RESULTADOS NO SENTIDO DE CONTINUIDADE DO PROJETO. PARABENIZAMOS A IDEIA FANTASTICA, MAS NAO PODEMOS ESQUECER, PRINCIPALMENTE A NOSSA REALIDADE DE UMA POPULAÇAO POBRE E COM ESCOLARIDADE AINDA A DESEJAR, QUE OUTROS USUARIOS NAO TAO BEM INTENCIONADOS, UTILIZE ESSA AÇAO PARA INTENSIFICAR UM TIPO DE NEGOCIO COMUM NA NOSSA CIDADE DE VENDA E TROCA DE LIVROS A NIVEL EXCLUSIVAMENTE COMERCIAL. GOSTARIAMOS QUE SE POSSIVEL NOS ESCLARECESSEM SOBRE ARTIFICIOS QUE PODERIAMOS UTILIZAR PARA IMPEDIR A DESCARACTERIZAÇAO DE PROJETO PEDAGOGICO TAO LOUVAVEL.

Deixe uma resposta para FRANÇA E JAMILLE- Fortaleza-CE Cancelar resposta