Associações profissionais

Nessa semana, passaram na minha frente por motivos diferentes três associações profissionais: ALA – Associação dos Bibliotecários Americanos, VVBAD – Associação de Bibliotecários Belgas e AASP – Associação dos Advogados de São Paulo. Elas tem em comum serem associações profissionais mantidas pelos associados.
Os associados não são obrigados a se associar, ao contrário dos Conselhos.
A pergunta que sempre me fiz é a seguinte: Como a associação se mantém e o que o associado ganha como contrapartida do seu pagamento para a associação?
Tive a honra de conversar com o diretor da VVBAD que me respondeu as duas, usando como exemplo a sua associação. Ele me disse que a associação se mantém pelos associados bibliotecários e institucionais, principalmente os institucionais. O que elas ganham? As associações dão em contrapartida um ambiente completo para o desenvolvimento profissional, com cursos de atualização tanto nas instituições como abertos aos profissionais e a manutenção de uma biblioteca profissional da área. Além disso, as associações quando fortes têm poder político para representar os associados em alguma demanda destes com os políticos.

Tudo isso me leva a perguntar: Teríamos força para criar uma associação de bibliotecários no Brasil forte?

9 pensamentos em “Associações profissionais”

  1. Sim. Basta fazer o que o post diz: ser relevante para seus associados, a ponto que eles queiram pagar a anuidade da associação. E ser relevante é difícil.

  2. Aqui em São Paulo temos uma associção:
    Associação Paulista de Bibliotecários
    Rua : Maestro Cardim, 94 – Liberdade
    01323-000 – São Paulo – SP

    Tem até uns livros legais, mas acho que falta divulgação, também falta envolvimento, falta dinheiro, enfim, uma associação forte é difícil!

  3. Para ilustrar a situação dos bibliotecários basta perguntar sobre a Associação Paulista dos Bibliotecários (Onde fica? O que faz? Como entrar em contato? Quem faz parte??) Se em São Paulo, onde provavelmente existe a maior concentração de profissionais da área, a situação é vergonhosa imagine no resto do Brasil. Isso pra não falar de outros órgãos (CRB’s e Sindicatos)que estão mais preocupados em brigar entre si do que cumprir com o papel que cabe a cada um…

  4. Aqui no RS também temos associação, a ARB (Associação Riograndense de Bibliotecários).
    Como estudante, só percebo ela reclamando da falta de comprometimento dos profissionais, que tem poucos associados, que falta estrutura.
    Na Feira do Livro, normalmente eles têm alguma atividade e também vendem livros na sua sede.
    Fora isso, não vejo (de novo, como estudante) uma participação efetiva da Associação na vida profissional dos bibliotecários e nem dos bibliotecários na Associação.

    Site: http://www.arb.org.br

  5. Tiago muito interessante vc tocar neste assunto. aqui no Brasil pagamos obrigatoriamente a um conselho que em contrapartida não nos dá nada em troca: uma biblioteca nossa, palestras gratuitas, cursos de extensão. Nossa situação hoje é de desânimo e só estamos associados a ele para manter nossos empregos.
    No RJ a chapa é única e sem novidades nesta eleição. Agora pergunto: como sair da estagnação?

  6. Vejo que seria possível uma associação forte se tivesse comprometimento de várias partes. Muitas vezes apenas reclamar é fácil, mas e se realmente não há participação dos profissionais???
    Se houvesse mais divulgação, mais envolvimento achoq ue seria possível sim.

  7. Aqui em SC temos a Associação Catarinense de Bibliotecários – ACB. São responsáveis pela realização do Painel Catarinense de Biblioteconomia, evento realizado todos os anos (desde 1982) para discutir temas, compartilhar experiências entre profissionais e estudantes de SC e outras regiões.. Também visitam os cursos de Biblio (várias vezes ocorreu, não sei se ta acontencendo ainda) divulgando o papel da associação… Promovem cursos ( pagos).. Produzem um periódico..Enfim, a iniciativa da Associação daqui é boa, principalmente depois de ler alguns comentários neste post… mas como sempre, falta motivação ainda de muitos profissionais, para que a Associação fique “forte”..

    Site: http://www.acbsc.org.br/

  8. Trabalho como auxiliar de biblioteca no SENAI e gostaria muito de receber informações sobre essa area. Tenho muita vontade de fazer Biblioteconomia mais aqui em Niquelândia não tem e gostaria de saber se te a distância.

Deixe uma resposta