Overdose de redes sociais

socialblogger

São as redes sociais inimigas da produtividade??

Eu acredito que essa afirmação não é verdadeira, mas o excesso de redes sociais realmente não é bom. Criei muitos perfis por ai e ando pensando sériamente em matar alguns deles: Facebook, Ning, Last.fm. Sorte que alguns eu nem cheguei a entrar como o MySpace e o Hi5. O Orkut serve para me lembrar dos aniversários e ver as fotos da galera. A única rede que realmente me interesso atualmente é o Twitter, mas seguir 200 pessoas é uma tarefa que exige muito tempo.

Vocês acham que aparecerem redes demais? Participam de muitas?

UPDATE: Vale a pena ler o texto “O blog está morto mas juro que não fui eu”. As redes sociais estão matando os blogs.

34 pensamentos em “Overdose de redes sociais”

  1. Grande Inagaki, bom saber que vocês o leem também!

    Acho que sim, apareceram redes demais, tantas que poucos dão conta satisfatoriamente. Eu mesma não participo de nenhuma, fico só na leitura de blogs. Não tenho orkut, twitter e parangolés parecidos.

    Mas não acho que as redes sociais possam matar os blogs. Concordo com o Scott Rosenberg: os blogs serão para textos de qualidade e só permanecerão os bons.

  2. Sim! São muitas as redes sociais, tem para todos os gostos… rs.. Por isso, acredito que o melhor é tentar conhecer um pouquinho de todas, mas manter um perfil apenas na qual se identificar mais… Ainda gosto muito do orkut e tenho curtido cada vez mais o twitter!!

  3. Eu tenho Orkut pra contatos com amigos e família. Fiz um Facebook há menos de um mês e estou gostando muito da ferramenta, até porque é bem mais fácil compartilhar coisas interessantes por lá do que no meu blog – nem tudo dá um post… Mais que isso, dispenso 🙂

  4. Tenho orkut e um blog de besteirol que não tenho tido tempo para escrever. A vida da gente já é extremamente corriqueira para perder tempo com outras redes sociais.. tanto que tenho o myspace e raramente entro. Ainda não entrei no twitter para não me prender demais. São coisas interessantes, mas que desviam o foco da nossa atenção se não tiver um tempo bem administrado. Tenho planos de criar um outro blog… mas ainda estou pensando em nomes e afins…

  5. redes sociais não são inimigas da produtividade. Se isso for (fosse) correto, diversas outras atividades de consumo e transmissão de informação devem ser encaradas da mesma forma (visitar bibliotecas, bater papo, ver tv, ler jornais, ler livros, ir no estádio de futebol, ir no boteco beber com os amigos). A variável é a produtividade em si… o que se entende por produtividade?

    “a web não é um local de persuasão, mas de articulação” SELF, Ben.

    cada rede social tem sua peculiaridade, se os usuários acham que uma ou mais são demais, é porque não estão prontos pra elas, e elas não fazem sentido para eles, não agregam nada de “relevante”.

  6. “[…] se os usuários acham que uma ou mais são demais, é porque não estão prontos pra elas, e elas não fazem sentido para eles, não agregam nada de ‘relevante'”.

    Vc extrapolou, Moreno… não se trata de “uma ou mais”, mas de muitas, muitas mesmo. E o tempo necessário para essa “articulação” toda? Se bobear, o internauta acaba é desarticulado, com mialgia cervical, tendinite, DORT, vermelhidão ocular e uma baita dor de cabeça…

    E isso não significa necessariamente que os usuários “não estão prontos” para elas, que nada significam ou que nada agreguem. A questão maior é de seleção.

    E vc mesmo enfatizou isso aqui no BSF, não faz muito tempo… olha só seu comentário:

    “Moreno Barros disse:

    porque ninguém aguenta mais se associar a um outro webservice. Eu particularmente não quero participar de grupo nenhum. Só quero saber quem está no twitter e se os tweets me interessarem, eu sigo.”

    Tá desarticulando, Moreno? 😀

  7. Sibele, não há nenhuma desarticulação entre uma mensagem e a outra. Equívoco seu.

    Se o SEU problema particular é tempo, então as redes sociais (uma, duas, milhares) não são sua prioridade. Paciência.

    E se o problema for de seleção, então cito o Clay Shirky: It’s not information overload. It’s filter failure.

    O SEU filtro deve estar falhando… 🙂

  8. Tempo hoje deixou de ser problema particular. É ubíquo.

    E, Moreno, tenho um ótimo filtro! Inclusive para perceber essas suas reações em relação a mim aqui no BSF. Por quê?

  9. BSF is serious business… É consenso entre os editores ou opinião única, macaqueando Belden?

    Mas uma coisa Doug tem razão: não vale a pena se estressar mesmo com certas figuras…

  10. achamos a tira muito interessante, demoramos um pouco para entender mas com a ajuda do colega Cesar conseguimos entender.

  11. Em partes, porque se gasta muito tempo olhando as novas atualizações, o que impede a pessoa de trabalhar mais tempo, porem se for em horários de lazer, não impede em nada (:

  12. Hoje em dia nós utilizamos mais a internet para acessar as redes sociais do que para fazer trabalhos.

  13. não, porque sabendo usar a internet com limite não haverá problemas …. Vai de cada pessoa ter um limite na hora de usar e principalmente usa-la com consciência.

  14. Top hein.. eu só tenho Facebook.. acho desnecessário ter muitas redes sociais, perdemos muito tempo com elas, além de ser uma exposição exagerada para pessoas q nem conhecemos as vezes…

  15. É um texto muito bom, a gente pode aprender muito com isso. Em certas coisas podemos concordar, já em outras não.

  16. Atualmente, as redes socias tomam muito de nosso tempo, o que prejudica nosso convívio com a família, amigos e pessoas próximas, acabamos vivendo um mundo virtual e deixamos de lado o mundo real.

  17. já como dizia Einstein eu temo o dia em que a tecnologia ultrapasse nossa interação humana, e o mundo terá uma geração de idiotas.

  18. Concordo, pois as pessoas estão deixando de viver suas próprias vidas, para passar mais tempo na frente de telas de computadores, smartphones ou tablet.

Deixe uma resposta