Apagação de livros – trote

Pegaram os calouros/bichos e puseram pra limpar as anotações feitas nos livros da biblioteca da Faculdade de Psicologia da USP. Bem original o trote, que se chamou Apaga-Ação.

Se você não aprendeu ainda que não deve rabiscar livros de uso coletivo, poderia pelo menos tentar investir em graffiti. Mas se você compra livros com seu dinheiro e os rabisca, o problema é seu.

Eu nunca escrevi nem anotei nada nos livros por uma simples razão: quem escreve em livros geralmente está estabelecendo uma relação consigo mesmo, a maior parte das inscrições nada mais são do que lembretes para o futuro. Essas interferências condicionam a leitura. Se eu pegar um livro que contenha inscrições que eu mesmo tenha feito previamente, é muito provável que as anotações irão tendenciar a maneira como eu compreendo o texto. Anotações feitas tempos atrás podem não refletir mais o que a leitura pode me proporcionar tempos posteriores.

Isso sem falar da poluição visual que causa.

apagacao_trote_usp_2010_f_001

apagacao_trote_usp_2010_f_002

apagacao_trote_usp_2010_f_008

apagacao_trote_usp_2010_f_010

apagacao_trote_usp_2010_f_013

apagacao_trote_usp_2010_f_015

via July

7 pensamentos em “Apagação de livros – trote”

  1. Ao contrário de você, Moreno, eu escrevo sim nos meus livros, gosto de fazer anotações nos meus livros, rabiscar mesmo. Sempre tento comprar do que empréstimo, só quando não dá mesmo! O melhor de tudo é quando depois de muito tempo eu retomo uma leitura e vejo como era minhas ideias, o quanto mudei, se estou mais ou menos tendenciosa… Enfim, faço meu registro em cada página se possível

  2. excelente idéia!

    tens razão, além dos aspectos que colocaste, mais cognitivos, quem rabisca os próprios livros acaba rabiscando, avacalhando os de outrem.

  3. Achei ótima a idéia! Odeio pegar livro rabiscado, sinto vontade de pegar o usuário que fez isso e deixá-lo de suspensão eterna na biblioteca mwahahahaha
    afinal de contas, o livro da biblioteca é para o uso coletivo
    onde já se viu, rabiscar livro dos outros?
    acho q fazendo os bixos fazerem isso, evita destes rabiscarem futuramente os livros da biblioteca!

  4. É uma ótima idéia nos livros universitários (não existe isso! risos).
    Em livros de bibliotecas públicas o conteúdo dos rabiscos muitas vezes revelam coisas maravilhosas e não maravilhosas.
    Já li brigas de usuários com opiniões diferentes do livro. Declarações de amor. Notas e até desenhos eróticos! hehehe

  5. A idéia é 10 vou indicar o trote paraa BCG(hauahuahua) ,mas sobre anotações eu já vim muitas pesquisas acerca disso em obras raras , onde esses rabiscos temm um grau de importaa^nci na raridade da obra.
    Mas acho que esses rabisco podem revelar outra coisa intrigante que seria um espaço para o usuário comentar sobre o livro e deixar expostas suas opniões como podemos fazer aqui no Blog .

  6. Pego muitos livros em biblioteca e nunca escrevo neles, já nos meus… Uma vez fiquei sem graça de pedir dedicatória pra minha professora, Silvia Oroz, ela folheou o livro inteiro e confessou, pra minha surpresa: “fico feliz por seu livro estar todo anotado e sublinhado, confirma que você leu”. E ainda ganhei dela uma edição de luxo do mesmo livro, feita pela Funarte e outros que eu ainda não tinha. Foi fantástico rsrrs

Deixe uma resposta