Det Kongelige Bibliotek – Biblioteca Real da Dinamarca

Diamente Negro visto de fora

hall de entrada

estantes de reserva (o livro já estará lá na data marcada, o usuário vai direto nas estante, pega o livro e passa no empréstimo automático, não precisa nem do intermédio da bibliotecária)

estantes de reservas

salões de estudos abertos

salão de estudos fechados (supostamente só usuários cadastrados e pesquisadores podem acessar)

lanchinho na biblioteca, porque não dá pra estudar com a barriga vazia

Armazém depósito

Vão central

Salão de estudos

Microfilmes

Bibliotecárias: iguais em todas as partes do mundo

11 pensamentos em “Det Kongelige Bibliotek – Biblioteca Real da Dinamarca”

  1. Moreno, estas bibliotecas são a milhas das nossas (portuguesas)!! Em todos os aspetos mas, sobretudo, na facilitação dos serviços. Diga-me uma coisa: como conseguiu fotografar tão à vontade? Eu quis fotografar a biblioteca do Georges Pompidou e logo me proibiram… 🙁

    1. Realmente as bibliotecas Portuguesas ainda tem muito terreno a desbravar, tem-se dados pequenos passo (Catálogos Colectivos, RFID, auto-empréstimo, auto-devolução, Moedeiros para gestão de dinheiros, Gestão e acesso a centro de cópias através de cartão de utente) isto vai devagar mas vai…

  2. é fonte de admiração e parâmetro de avaliação para as nossas bibliotecas. Como estamos atrasados!

Deixe uma resposta