Twitter data + Gephi

Este é o resultado de um interessante exemplo de uso da ferramenta de redes complexas: A visualização de uma rede de bibliotecários no twitter.

Foi criado a partir dos “seguidos” (friends ou following) obtidos usando o Twitter API e formatados usando o Gephi.

Amostra:

28 twitter de bibliotecários listados no post Bibliotecários no twitter. Procurei seguir uma ordem alfabética, mas inclui alguns que não seguiram essa ordem. Os cobaias foram: @apocrypha, @amandafranco, @beten, @bibliotecaita, @brunadj, @cabufsc, @gledsonsilva, @julianasantiago, @moreno, @refazioli, @trmurakami, @weblibrarian, @cabam, @carlacastilhos, @carlosfaccion, @carolkonig, @ckokumai, @caue_ce, @ccadalso, @danyduarte, @dgcunha, @LuisMilanesi, @__biaah__, @abrapira, @Airtiane, @aldoibct, @alexpantera e @almadospampas

Alguns resultados

6678 edges ( ligações )
Maior distância entre os nós: 4
Média de distância entre os nós: 2.42

Próximos passos

– Separar os twitters pessoais e institucionais.
– Incluir todos os perfis de bibliotecários brasileiros.

Outros usos imaginados

Gostaria de usar este tipo de gráfico para representar ligações entre as bibliografias da área. Daria para identificar quais são as mais influentes, alguns “grupos de obras”, e mais um monte de coisas.

8 pensamentos em “Twitter data + Gephi”

  1. São seis mil ligações e quatro nós a maior distância!!!! É um pequeno mundo com dizia Barabasi…Em relação a bibliografia da área de biblio, a gente pode fazer um crawler para percorrer as bases de dados, o que vc acha?

  2. Talvez você já conheça, mas há uma dissertação da Ci Inf da UFSC que trabalhou análise de citações: “As redes cognitivas e a produção do conhecimento em Ciência da Informação no Brasil: um estudo nos periódicos da área.” Há gráficos bem interessantes sobre “comunidades de pesquisadores” descobertas a partir da citações.

Deixe uma resposta