Stockholms stadsbibliotek – Biblioteca Pública de Estocolmo, Suécia

Essa é a última biblioteca da minha série sobre a Escandinávia. Eu visitei mais de dez e a pública de Estocolmo é a que talvez melhor representa o que é ser uma biblioteca pública na Escandinávia, onde o nível educacional é muito alto e as bibliotecas são parte importante da participação do Estado no exercício da cidadania.

Depois eu vou escrever um post sobre o que eu aprendi com as bibliotecas de lá.

Todo o projeto de expansão da biblioteca está aqui: Stockholm Public Library International Architectural Competition

biblioteca

biblioteca

biblioteca

biblioteca

biblioteca

biblioteca

biblioteca

biblioteca

biblioteca

biblioteca

biblioteca

biblioteca

biblioteca

biblioteca

biblioteca

biblioteca

biblioteca

biblioteca

biblioteca

biblioteca

biblioteca

biblioteca

biblioteca

biblioteca

biblioteca

biblioteca

biblioteca

biblioteca

biblioteca

biblioteca

biblioteca

biblioteca

biblioteca

biblioteca

biblioteca

biblioteca

biblioteca

biblioteca

biblioteca

biblioteca

biblioteca

biblioteca

14 pensamentos em “Stockholms stadsbibliotek – Biblioteca Pública de Estocolmo, Suécia”

  1. É sensacional ver uma biblioteca assim, e sua relação com a educação e cultura. O triste é ver que aqui estamos longe disso.

    Ótimas fotos, parabéns pelo trabalho. Deve ter sido uma ótima viagem.

  2. Boa noite. Acompanho há tempos as suas postagens sobre as bibliotecas no exterior e acho simplesmente sensacional!!!! Por isso temos países de primeiro mundo, basta visualizar a importância que dão para as mesmas!!!! Agora por favor “mate” a minha curiosidade: Você recebeu uma bolsa para poder visitar todas elas? Você foi convidado pelas mesmas? Abraço e parabéns pelo seu blog SENSACIONAL!!!!

  3. Alguém tem conhecimento de artigos sobre introdução de novas tecnologias de informação e comunicação na Classificação Decimal Universal (CDU) ou Classificação Decimal de Dewey (CDD)? Que dê destaque aos diversos suportes para guardar e portar dados como disquetes, disco rígido ou HDs, cartões de memória, pendrive, dispositivos moveis e tecnologias de acesso remoto (sem fio ou wireless), wi-fi, Bluetooth, wi-max e etc.

    Essas novas tecnologias merecem um olhar especial no dia a dia do bibliotecário na hora de classificar um documento.

    A minha dificuldade está sendo essa para elaborar um artigo, a ausência de literatura razoável que permita aprofundamento.

    Por isso, agradeço quem poder me ajudar.

    Daniel Aires.
    acessohot@live.com

Deixe uma resposta