Visibilidade das revistas de CI nas mídias sociais

Contribuição do Ronaldo Ferreira de Araújo:

Sabemos que aspectos de visibilidade e impacto são questões centrais na comunicação científica, praticamente indissociáveis, especialmente quando se fala em avaliação de periódico científico. A primeira geralmente está associada ao reconhecimento da revista e a qualidade e credibilidade que obtém em determinada comunidade científica e CLARO, estar indexada em bases/índices de prestígio nacionais e internacionais. A segunda, por sua vez, é pensada nas tradicionais métricas de citação.

Mas pensando nos rumos de uma ciência aberta ou ciência 2.0 já não estaria na hora de repensar tais critérios, e porque não, incluir as novas maneiras que a informação científica passa a circular na websocial? Já tivemos aqui postagens do Moreno, Andréa e Iara sobre altmetrics (métricas alternativas) para artigos, buscando compreender a atenção online que estes alcançam. Mas e a atenção que as revistas recebem?

Aqui, com uma metodologia duvidosa e um pouco de ócio de férias, levantamos por meio de parametrizações em Application Programming Interface – APIs das mídias sociais Facebook e Twitter o alcance de 28 (URLs) revistas da área de CI. Os dados podem ser visto na Gráfico 1 (até 100) e no Gráfico 2 (acima de 100).
image
Gráfico 1 – Revistas por mídia social (até 100)

image (1)
Gráfico 2 – Revistas por mídia social (mais de 100)

Se olharmos os gráficos vamos perceber que umas revistas tem melhor desempenho em determinada mídia social que outra. Não há aqui nenhuma análise profunda, o intuito mesmo era passar o tempo. Mas achei interessante notar que, no geral, revistas com avaliação mais elevadas, recebem menos atenção online. O que acham?

Relação das revistas

  • R1 BIBLOS – Revista do Instituto de Ciências Humanas e da Informação
  • R2 Brazilian Journal of Information Science
  • R3 Em Questão: Revista da Faculdade de Biblioteconomia e Comunicação da UFRGS
  • R4 Informação & Tecnologia
  • R5 Informação Arquivística
  • R6 Bibliotecas Universitárias: pesquisas, experiências e perspectivas
  • R7 Informação & Informação
  • R8 RECIIS: Revista Eletrônica de Comunicação, Informação e Inovação em Saúde
  • R9 Perspectivas em Ciência da Informação
  • R10 Revista ACB
  • R11 Intexto
  • R12 Encontros Bibli: Revista Eletrônica de Biblioteconomia e Ciência da Informação
  • R13 A. to. Z. Revista Eletrônica
  • R14 Comunicação e Informação
  • R15 Informação@Profissões
  • R16 Múltiplos Olhares em Ciência da Informação
  • R17 Ciência da Informação
  • R18 InCID: Revista de Ciência da informação e Documentação
  • R19 Transinformação
  • R20 Biblionline
  • R21 Informação & Sociedade: Estudos
  • R22 Ponto de Acesso
  • R23 Liinc em revista
  • R24 DataGramaZero
  • R25 Tendências de Pesquisa Brasileira em Ciência da Informação
  • R26 Revista Biblioo
  • R27 Perspectivas em Gestão & Conhecimento
  • R28 Revista Brasileira de Biblioteconomia e Documentação
  • 1 pensamento em “Visibilidade das revistas de CI nas mídias sociais”

    1. Acho muito curioso. De certa forma, refletem a dificuldade de ler artigo científico. Por outro lado, também mostra que as revistas melhor avaliação não tem muita preocupação em sair da área acadêmica e ser mais lida. Bom artigo.

    Deixe uma resposta