Movers & Shakers 2016! Indico o William Okubo!

IMG_8498

Estão abertas as indicações para o Movers & Shakers 2016, premiação criada pelo Library Journal em 2002­­­­­­­­, nos Estados Unidos que destaca atuações realizadas por profissionais bibliotecários em vários segmentos.

Em 2012 eles passaram a aceitar indicações internacionais e foi assim que muitos de nós bibliotecários tomamos conhecimento. Na verdade, ocorreu quando o  Moreno Barros lançou uma campanha em meu nome, em vista das atividades que estava realizando em prol da reabertura da Biblioteca Pública do Amazonas. Para explicar do que se tratava, Moreno definiu o Movers & Shakers como:

…uma premiação dessas “funcionário do mês”, ou melhor ainda, de bibliotecários escolhidos por seus colegas como os que mais “sacudiram e inovaram” o cenário das bibliotecas e da profissão no último ano.

O Movers & Shakers ocorre da seguinte forma: 50 bibliotecários são escolhidos por indicação de seus colegas e distribuídos por categorias que visam abarcar ações representativas vividas em bibliotecas. Os perfis podem ser identificados como: agentes de mudanças, inovadores, líderes da tecnologia, construtores de comunidades, os profissionais do marketing  e os defensores ou promotores.

Eu tive o privilégio de ser uma Movers & Shakers em 2013

O ano de 2012 havia sido incrível, pois, juntamente como os amigos Evany Nascimento, Thiago Siqueira, Katty Anne Nunes e outros rompemos o silêncio em Manaus e fomos para as ruas. Nossas reivindicações pediam a reabertura da Biblioteca Pública Estadual do Amazonas, fechada há mais de cinco anos para reforma. Após quase dez meses de trabalho intenso nas redes sociais e nas ruas, vimos nossa biblioteca pública finalmente reaberta.

Muito do êxito dessa conquista devemos ao apoio recebido da sociedade em geral, mas também de muitos colegas bibliotecários do Brasil e do exterior que se sensibilizaram com o problema e ajudaram a dar visibilidade à luta. Mas, não teria ganhado esse prêmio sem a indicação do Moreno Barros. Ele não gosta que ressalte esse feito, mas penso que devo externar minha gratidão, pois foi graças  a sua visão sobre a importância do trabalho e sua indicação que chegamos à conquista. Foi com grande orgulho que recebi o comunicado de que figuraria como a primeira brasileira e personalidade da América Latina a estar na lista junto a outros 49 bibliotecários agitadores da profissão naquele ano de 2013.

Indicação para o Movers & Shakers em 2016

Reconhecimento é algo prá lá de significativo e sei de tantas outras experiências de colegas incríveis que realizam com paixão o seu ofício e vão além, inclusive fora de seus horários de trabalho na busca por contribuir para a construção de uma sociedade mais justa e com mais democracia informacional, por isso creio que podemos nos mobilizar para que outros brasileiros possam levar experiências relevantes para serem conhecidas além das nossas fronteiras.

…E pensando em quem sonha, busca e instiga, vêem a mente a figura do William Okubo. William é daqueles bibliotecários apaixonados por tudo que faz, ele realmente se envolve e se integra. Ele, tem seu olhar voltado para as minorias além de ser engajado em tantas ações.  Pedi ao Moreno e ele definiu as frentes em que o William atua e o por que tem tudo para ser um Movers & Shakers 2016:

No último ano William desenvolveu atividades de acompanhamento de projetos culturais financiados pelas leis de fomento à cultura da cidade de São Paulo, em especial do Programa VAI, voltado para jovens da periferia. Também colaborou nas discussões para implantação de novos projetos e editais de fomento na mesma área, além de dar continuidade na organização da informação e conhecimento produzidos nos 10 anos de Programa.

Bibliotecário de referência nos ônibus-bibliotecas de SP, participou ativamente na criação da Associação de Profissionais da Informação (ABRAINFO) e largou a Biblioteca Mario de Andrade (a maior biblioteca pública do país) para acompanhar projetos culturais voltado para jovens carentes.

Uma das figuras mais atuantes do cenário nacional, é hub conecta pessoas, carismático, é leitor voraz, escreve poesias e crônicas.

William é pra lá de atuante e por isso mesmo se encaixa bem no perfil que o pessoal do Library Journal está buscando. Os bibliotecários que serão escolhidos deverão ter os seguintes atributos: Paixão. Visão. Missão. Um texto que trata sobre os 50 bibliotecários escolhidos em 2015 os define da seguinte forma:

[…] Eles são apaixonados pelo que fazem, podem estar advogando para a alfabetização e diversidade, servindo os carentes, divulgando e partilhando tecnologia e muito mais. Eles vêem o futuro e o trazem à vida. Eles estão comprometidos com a missão da biblioteca como a democracia.

Eu creio que o William Okubo é tudo isso…E já que os editores do Library Journal pedem ajuda para identificar esse perfil para a lista de 2016, vejo que nós aqui do Brasil podemos dar uma mãozinha!

É importante atentarmos para os regulamentos e prazos que orientam os trâmites da premiação. Você pode fazer a indicação acessando este formulário!
http://lj.libraryjournal.com/movers-and-shakers/nominations/

2 pensamentos em “Movers & Shakers 2016! Indico o William Okubo!”

  1. William Okubo: um entre milhares na profissão que, de fato, “faz” e “faz a diferença. E como sempre, quem de fato “faz”, pouco fala, escreve e aparece. “Fazer a diferença” é construir obra paupável e de valor mensurável. Parabéns Willian.

Deixe uma resposta