Por que bibliotecário?

– Todos os bibliotecários possuem formação universitária em Biblioteconomia, com algumas variações em nível de graduação para Documentação, Gestão da Informação e Gestão de Unidades de Informação. Outros podem ser considerados, ainda, cientistas da informação, já que além da graduação em biblioteconomia, fizeram mestrado ou doutorado em Ciência da Informação.

– Há um milhão de bibliotecários no mundo. Um milhão de especialistas em informação não podem ser deixados de lado.

– Os bibliotecários são uma parte essencial da gestão de ativos digitais, da arquitetura de informação e da recuperação do conhecimento estratégico para aqueles que disso necessitam.

– Os bibliotecários leem e analisam mais livros do que qualquer outro grupo no planeta. Os bibliotecários são uma fonte confiável de recomendações de livros e treinados para assessorar o leitor.

– Para os autores, os bibliotecários são um recurso indispensável para a divulgação e venda de seus livros.

– Os bibliotecários têm trabalhado durante décadas na estruturação da informação e do conhecimento, e identificado tudo através de metadados.

– Os bibliotecários são especialistas na recuperação de informação e podem recomendar informação personalizada adequada para o usuário.

– Os bibliotecários fazem a conexão entre as pessoas e as informações que elas estão procurando, e as informações que elas nem sequer sabem que estão procurando.

– Os bibliotecários são treinados para pensar na relação entre um leitor e qualquer pesquisa que ela ou ele esteja fazendo, seja uma busca inconsciente ou algo objetivo, e direcionar tanto a pessoa para a informação como a informação para o leitor.

– A consciência das bibliotecas por justiça social e a atenção para com os carentes só faz aumentar o seu valor. Os bibliotecários são defensores da redução da exclusão digital.

Sempre haverá fontes de informação para organizar. Sempre haverá pessoas que precisam de informações. Sempre haverá a necessidade de bibliotecários digitais. Sempre haverá a necessidade de bibliotecários.

[tradução de Why Librarians? de Michelle Zaffino]

6 pensamentos em “Por que bibliotecário?”

  1. Gostei muito do texto. E confesso que sempre me senti muito importante como bibliotecária no universo das profissões. Reconheci nas inúmeras indicações da utilidade do bibliotecário como sendo momentos vividos por mim, nestes meus 53 anos fazendo biblioteconomia.

  2. é agora digo se o profissional bibliotecário não se modernizar e ficar nessa briga infantil de esteriótipos, será engolido por outras áreas.
    Se ficar nessa de catalogação e indexação e referência a profissão irá ser aniquilada. Os cursos superiores em Biblioteconomia ficam nessa formação de gesso e os futuros profissionais anseiam por isso. Outra coisa surge é o cientista da informação, na qual o CFB não luta para ter em sua categoria esse registro. Vejo muitas reportagens insonsas e pouquíssima ação.

    As áreas de Museologia, Biblioteconomia e Arquivologia ficam lutando entre si , de quem se sair melhor em qual tarefa, em quanto áreas das letras luta pela preservação da memória e se junta a história.

    Se eu não quiser catalogar, ensino a uma criança de 10 anos na escola e ela irá fazer bem melhor esta tarefa.

    Abs

    1. Acho que vc precisa se atualizar, leia as grades curriculares da UDESC e UFSC, se possível as ementas. Me formei em 2014 e 70% das disciplinas eram dirigidas ao mundo digital. Estamos sim, em transição como todas as demais profissões.

  3. Nunca consegui ver importância no curso, sinto que somos sempre os sidekicks nunca os protagonistas e isso me desmotiva. Estou formando no curso e realidade dos estágios só me faz pensar o quão somos dispensáveis…

  4. Moreno, na sua opinião: quais características são fundamentais para um (a) bibliotecário(a)? E o que o esse(a) bibliotecário(a) tem que ter de diferencial para não ser substituído por outro profissional de outra aérea?

Deixe uma resposta