Informação para dispositívos móveis – 2

Em relação ao post anterior, eu acabei de descobrir um algo interessante: A W3C tem um grupo de estudo específico para estudar Iniciativas de Web em dispositivos móveis.

Um dos documentos mais importantes criados por esse grupo são as diretrizes de melhores práticas no desenvolvimento: Mobile Web Best Practices 1.0

Tem dicas interessantes como:

  • Não use Frames
  • Não use tabelas para o layout
  • Crie um equivalente textual para todo elemento não texto utilizado
  • Limite o conteúdo a somente o que o usuário requisitou
  • Use linguagem clara e simples
  • Disponibilize um menu de navegação no topo da página
  • Disponibilize sistemas consistentes de navegação
  • Identifique claramente “onde o link vai dar”
  • Crie uma ordem lógica para links, controles de formulários e objetos
  • Não use scripts
  • Entre muitos outros….

    Ah, o Roosewelt deu uma dica interessante tb, que é se o site estiver de acordo com as especificações já existentes da W3C, o usuário não terá dificuldade em acessar o site… (O BSF tá quase lá, só não é totalmente acessível por causa dos scripts ajax)

    Quanto a serviços online, eu fiquei pirando em coisas do tipo: Acesso ao catálogo pelo celular, serviço de referência via IM (instant menssager: MSN, ICQ, etc..), DSI via RSS (o RSS é uma ferramenta muito importante para o usuário de Web pelo celular), ah, deve ter mais um monte de coisas legais para fazer…

    2 pensamentos em “Informação para dispositívos móveis – 2”

    1. Olá pessoa que não colocou o nome (mas deve ser o Tiago ou o Moreno né)?!

      As melhores práticas postadas sobre as melhores práticas para dispositivos móveis são exatamente as mesmas para a Web em geral. As tabelas devem ser substituídas por tag’s “”, as imagens (e outros elementos não textuais) devem conter o atributo “alt” para que tenham um equivalente textual e assim vai… Menos a recomedação de não usar scripts, pq se não seria impossível acessar banco de dados em ambiente virtual.

      Na minha opinião a grande diferença entre informação em dispositivos móveis e informação em dispositivos eletrônicos convencionais é facilidade de acesso. Putz, nada melhor que conferir o resultado do jogo que você estava esperando o ano inteiro dentro do seu ônibus de volta pra casa afinal…

      Quanto a acessibilidade do BSF, não se preocupem… Pouco provavelmente o BSF seja acessado por deficientes de algum modo ou usuários que não utilizem o IE ou o Firefox…

      Abraços!

    2. Olá pessoa que não colocou o nome (mas deve ser o Tiago ou o Moreno né)?!

      As melhores práticas postadas sobre as melhores práticas para dispositivos móveis são exatamente as mesmas para a Web em geral. As tabelas devem ser substituídas por tag’s “div”, as imagens (e outros elementos não textuais) devem conter o atributo “alt” para que tenham um equivalente textual e assim vai… Menos a recomedação de não usar scripts, pq se não seria impossível acessar banco de dados em ambiente virtual.

      Na minha opinião a grande diferença entre informação em dispositivos móveis e informação em dispositivos eletrônicos convencionais é facilidade de acesso. Putz, nada melhor que conferir o resultado do jogo que você estava esperando o ano inteiro dentro do seu ônibus de volta pra casa afinal…

      Quanto a acessibilidade do BSF, não se preocupem… Pouco provavelmente o BSF seja acessado por deficientes de algum modo ou usuários que não utilizem o Internet Explorer ou o Firefox…

      Abraços!

    Deixe uma resposta