O que os nativos digitais querem das bibliotecas

via @trmurakami

o que fizeram pra Abbey decorar ou repetir o texto não importa. O que importa é que ela é cuti-cuti e resume em poucas palavras os principais argumentos acerca de uma biblioteconomia que enxerga algo além da gestão de registros impressos.

eu amo biblioteca, eu amo livros
mas eu sou um nativo digital
e eu quero uma biblioteca online que seja capaz de aprender sobre os meus interesses

que seja rápida e fácil

que permita a inclusão das minhas coisas
que permita compartilhamento
que seja acessível do meu iphone
ou meu kindle
ofereça mashups
tagging semântico
informação em tempo real
realidade aumentada
geospatial tagging
e touch screen

eu sei que vocês estão todos ocupados trabalhando nestas coisas (estão?)
mas eu sou uma nativa digital e quero isso agora
então corram ou perderão o (um) trem

7 pensamentos em “O que os nativos digitais querem das bibliotecas”

  1. eu que, sou nativo da era da transição, gostaria apenas que nos livros (de verdade, feitos de papel, não e-ink) eu pudesse dar ctrl+F… :[

  2. Adorei! E esse video desperta a reflexão, o que eu, como bibliotecária, estou fazendo para atender às necessidade da pequena nativa digital? Meus superiores estão dando atenção para minhas sugestões de oferta de serviços a essa nova geração?
    Ainda há muito para ser feito!

Deixe uma resposta